Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

caderno-de-cinema

Home » Notícias » Diálogo dos Afetos

 

por Juca Badaró

 

Este ano Salvador foi eleita a Capital da Cultura dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e, para celebrar as relações culturais entre as nações lusófonas, o Consulado Geral de Portugal lançou o projeto “Bahia-Portugal: Pontos Que nos Unem”, que reúne pesquisadores, professores e artistas lusófonos.  Dentro da programação do evento, iniciado no mês passado, vai ser realizado nesta quinta-feira, 7, no Centro Cultural Casa de Angola na Bahia, o encontro “Diálogo dos Afetos”.

A roda de conversa conta com a participação do professor, escritor e membro da Academia de Letras da Bahia, Aleilton Fonseca;  da professora, atriz e escritora Rita Verônica Santana; do artista plástico angolano e diretor da Casa de Angola na Bahia, Benjamin Sabby; e do escritor luso-angolano e consultor empresarial, Ricardo Ferreira. Os convidados vão falar sobre as relações de afeto que marcam a cultura portuguesa, brasileira e angolana, a partir de suas obras e da dimensão da língua portuguesa.

Falada por mais de 260 milhões de pessoas em quatro continentes, a língua portuguesa foi, ao longo da expansão marítima de Portugal, ganhando contornos linguísticos próprios, miscigenações semânticas, novas palavras e significados específicos de cada região por onde passou. O encontro “Diálogo dos Afetos” pretende mostrar como a Lusofonia também está entranhada nas manifestações artísticas dos países de língua portuguessa, não só através da literatura, mas igualmente nas artes plásticas e na música.

O projeto “Bahia-Portugal: Pontos Que nos Unem” é uma realização do Consulado Geral de Portugal na Bahia em parceria com a Cátedra Fidelino de Figueiredo – Camões, I.P./UNEB, com o apoio do Centro Cultural Casa de Angola na Bahia, de empresas portuguesas, instituições acadêmicas e culturais de Salvador.

 

 

 

Deixe um comentário